Materiales de aislamiento térmico de edificios. Además de la energía operativa.

  • Carlos Oliveira Augusto Universidade do MInho
  • Luís Bragança
  • Manuela Almeida
Palabras clave: evaluación del ciclo de vida,, evaluación de la sostenibilidad, energía operativa, materiales de aislamiento, la paradoja del aislamiento

Resumen

La utilización de materiales de aislamiento térmico para la obtención de edificios energéticamente y conscientes tiene como objetivo, en general, la satisfacción de las necesidades de calefacción y refrigeración de la fase operativa. El objetivo principal de este trabajo es el de - mediante la utilización de metodología exploratoria, en particular la revisión bibliográfica de materiales de aislamiento más sostenibles y, concomitante, exponer el efecto paradójico de otros con un elevado potencial de calentamiento global (GWP) el papel de la Evaluación de Ciclo de Vida (ACV), del Ecodesign y de la Declaración Ambiental de Producto (DAP) para la concepción, comparación y selección de materiales. Como principal conclusión, se destaca la ausencia generalizada de información medioambiental por parte de los productores, que, al margen de los precios de adquisición que no internalizan los Costos de Ciclo de Vida (LCC), ha conducido a la utilización de materiales con elevada huella de carbono y a la "paradoja del aislamiento"

Biografía del autor/a

Carlos Oliveira Augusto, Universidade do MInho
Carlos Oliveira Augusto é bacharel e licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, licenciado em Gestão de Empresas pelo Instituto Superior de Estudos Financeiros e Fiscais, pós-graduado e mestre em “Planeamento e Construção Sustentável” pela Universidade Lusíada de Lisboa, além de pós-graduações nas áreas do Marketing e do Empreendedorismo. Atualmente, é doutorando do International Doctoral Programme in Sustainable Built Environment da Universidade do Minho. Desenvolve atividade de Investigador desde 2007 no CITAD - Centro de Investigação em Território, Arquitetura e Design (Universidade Lusíada de Lisboa) e, mais recentemente, no CDRSP - Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentável do Produto (Instituto Politécnico de Leiria), com vista à aplicação da metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida (Lyfe-Cycle Assessment), no contexto da Construção Sustentável. Desenvolve com regularidade atividade de palestrante convidado em instituições de ensino superior e em conferências e congressos nacionais e internacionais da área. É autor de um livro publicado com o patrocínio da FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia, e de vários artigos em publicações nacionais e proceedings de Congressos Internacionais. Com cerca de três décadas de experiência profissional, maioritariamente em empresas industriais do setor da construção, é atualmente o CEO da FACTOR4Sustainability®, uma empresa que desenvolve e comercializa serviços tendo como paradigma o conceito de Desenvolvimento Sustentável na vertente ambiental, social e económica. 

Carlos Oliveira Augusto é bacharel e licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, licenciado em Gestão de Empresas pelo Instituto Superior de Estudos Financeiros e Fiscais, pós-graduado e mestre em “Planeamento e Construção Sustentável” pela Universidade Lusíada de Lisboa, além de pós-graduações nas áreas do Marketing e do Empreendedorismo. Atualmente, é doutorando do International Doctoral Programme in Sustainable Built Environment da Universidade do Minho. Desenvolve atividade de Investigador desde 2007 no CITAD - Centro de Investigação em Território, Arquitetura e Design (Universidade Lusíada de Lisboa) e, mais recentemente, no CDRSP - Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentável do Produto (Instituto Politécnico de Leiria), com vista à aplicação da metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida (Lyfe-Cycle Assessment), no contexto da Construção Sustentável. Desenvolve com regularidade atividade de palestrante convidado em instituições de ensino superior e em conferências e congressos nacionais e internacionais da área. É autor de um livro publicado com o patrocínio da FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia, e de vários artigos em publicações nacionais e proceedings de Congressos Internacionais. Com cerca de três décadas de experiência profissional, maioritariamente em empresas industriais do setor da construção, é atualmente o CEO da FACTOR4Sustainability®, uma empresa que desenvolve e comercializa serviços tendo como paradigma o conceito de Desenvolvimento Sustentável na vertente ambiental, social e económica. 

Citas

ASCENSO, Rita. Pensar Sustentável! Edifícios e Energia, 2013, no 85, pp. 8-15.

BRAGANÇA, Luís e MATEUS, Ricardo. Avaliação do ciclo de vida dos edifícios – impacte ambiental de soluções construtivas. Guimarães: Ed. Autor, 2011.

BRAGANÇA, Luís; MATEUS, Ricardo e KOUKKARI, Heli. Building Sustainability Assessment. Sustainability, 2010, no 2, pp. 2010-2023.

BUYLE, Mattias, BRAET, Johan e AUDENAERT, Amaryllis. Life cycle assessment in the construction sector: A review. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 2013, no 26, pp. 379-388.

CILECCTA. Sustainability within the Construction Sector: CILECCTA - Life Cycle Costing and Assessment. Oslo: SINTEF Building and Infrastructure, 2013.

CRAWFORD, Robert. Life Cycle Assessment in the Built Environment. Oxon: Spon Press, 2011.

ECOVATIVE. Ecovativedesign. Building Insulation [em linha]. [Consultado 10 setembro 2014]. Disponível na: http://www. ecovativedesign.com/products-and-applications/insulation

JESWIET, Jack e HAUSCHILD, Michael. EcoDesign and future environmental impacts. Materials and Design, 2005, no 26, pp. 629-634.

LABORATÓRIO NACIONAL DE ENGENHARIA CIVIL - LNEC. Regras para a concessão de uma Aprovação Técnica Europeia (ETA) ou de um Documento de Homologação (DH) a Sistemas Compósitos de Isolamento pelo Exterior (ETICS). Lisboa: Departamento de Edifícios - Núcleo de Revestimentos e Isolamentos, 2010.

MINISTÉRIO DO AMBIENTE, DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL - MAOTDR. Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios. 2008. Decreto-lei no96/2008 de 9 de Junho. Lisboa: Diário da República, 1a Série, 2008.

OLIVEIRA AUGUSTO, Carlos. A metodologia de Avaliação do Ciclo de Vida na definição de critérios de sustentabilidade em edifícios. Lisboa: Universidade Lusíada Editora, 2011.

PFUNDSTEIN, Margit; GELLERT, Roland; SPITZNER, Martin H. e RUDOLPHI, Alexander. Insulating Materials. Munich: Detail Practice, 2008.

UNITED NATIONS ENVIRONMENT PROGRAMME – UNEP. Ozone Secretariat. Handbook for the Montreal Protocol on Substances that Deplete the Ozone Layer. 9a ed. Nairobi: UNON, 2012.

UNITED STATES ENVIRONMENTAL PROTECTION AGENCY - EPA. Transitioning to low-GWP alternatives in building / construction foams [em linha]. [Consultado 9 setembro 2014]. Disponível na: http://www.epa.gov/ozone/downloads/EPA_ HFC_ConstFoam.pdf

WILSON, Alex. Avoiding the Global Warming Impact of Insulation. Environmental Building News, 2010, vol. 19, no 6, pp. 58-67.
Publicado
2016-12-30
Sección
Artículos