Bonitinhas, porém ordinárias: Empresas listadas nos altos níveis de Governança Corporativa da B3 apresentam desempenho superior?

Autores/as

  • Daniel Knebel Baggio Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul
  • Ana Luisa Borsatto Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul

Palabras clave:

Governança Corporativa, Níveis de Governança Corporativa, Bovespa, B3

Resumen

Este estudo busca compreender como os níveis de Governança Corporativa impactam no desempenho financeiro das empresas listadas na B3 (Bolsa, Brasil, Balcão), desta maneira, realiza-se a análise dos dados coletados durante os anos de 2012 a 2016, e assim, consegue-se relacionar tais dados, aos conceitos teóricos abordados. De modo específico, busca-se analisar os índices de endividamento e índices de rentabilidade de 60 empresas que contemplam a carteira de janeiro a abril de 2016 do IBOVESPA. Apesar das práticas de governança corporativa influenciar no comportamento e desempenho das organizações, não se pode afirmar que os níveis diferenciados de governança corporativa, afetam diretamente o desempenho financeiro destas organizações, mesmo apresentando boa rentabilidade, o grau de endividamento segue alavancado para maioria das empresas.

Biografía del autor/a

Daniel Knebel Baggio, Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul

Professor Universitário Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul – UNIJUI – Rua do Comércio, 3000, Bairro Universitário. IJUI – RS CEP: 98700-000

Ana Luisa Borsatto, Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul

Mestranda em Desenvolvimento Regional pelo PPGDR/ UNIJUÍ Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul – UNIJUI – Rua do Comércio, 3000, Bairro Universitário. IJUI – RS CEP: 98700-000

Citas

BOVESPA. Código Brasileiro de Governança Corporativa: Companhias Abertas. Grupo de Trabalho Interagentes; coordenação Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. São Paulo, SP: IBGC, 2016.

DAMODARAN, Aswath, Avaliação de Investimentos. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2003.

FORTUNA, EDUARDO. Mercado financeiro : produtos e serviços. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

NETO, ALEXANDRE ASSAF. Mercado financeiro. São Paulo: Atlas, 2001.

NETO, ALEXANDRE ASSAF. Finanças corporativas. São Paulo: Atlas, 2009.

PANTOJA, TERESA; ZIBORDINI, CHRISTOPHER. Os níveis diferenciados de práticas de governança Corporativa da BOVESPA.

SILVEIRA, A. M.; BARROS, L. A. B. C.; FAMÁ, R. Governança Corporativa e Valor das Companhias Abertas no Brasil. Revista Brasileira de Finanças, v. 4, n. 1, p. 1-30, 2006.

TÉLES, Cristhiane Carvalho, Análise dos Demonstrativos Contábeis Índices de Endividamento, agosto de 2003.

VERGARA, SYLVIA CONSTANT, Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. São Paulo: At, 2000.

ZAMBERLAN, Luciana et al. Pesquisa em ciências sociais aplicadas. Ijuí: Ed. Unijuí, 2014/2016.

Descargas

Publicado

2022-06-13

Número

Sección

Artículos de Investigación

Artículos más leídos del mismo autor/a