ESTRATÉGIAS DE REDUÇÃO DE CUSTOS DE NÃO QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE COUROS

Resumen

O objetivo dessa pesquisa foi reduzir os custos da não-qualidade em um sistema de produção de curtimento de couros. A pesquisa é baseada no estudo de caso de uma empresa brasileira que vem enfrentando instabilidade financeira causadas pelos problemas de qualidade do sistema produtivo. Os resultados evidenciaram que a variável de controle maciez do couro é responsável por 80% dos custos de não qualidade da produção. Os resultados da pesquisa evidenciaram ainda dificuldades internas na aceitação da implantação dos controles quantitativos de qualidade implantados pelos funcionários do nível operacional da fábrica. De forma geral, a pesquisa discutiu a importância para as empresas do segmento de couro de investigar as causas-raízes dos problemas de qualidade visando reduzir custos com retrabalhos e devoluções de clientes. Dentre as implicações para as empresas da indústria da manufatura de couro, percebeu-se a necessidade de aprimorar as capacidades dos colaboradores com novas técnicas de gestão da qualidade para atender à crescente competitividade do mercado.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

ALMEIDA, D. R. e MATIAS, N. T. (2016). Redução de reclamação de clientes em indústria de alimentos, utilizando ferramentas de qualidade – comparativo 2014x2015: estudo de caso. DI Factum 2016, v.1, n.1, pp.61-68.

ARANTES, S. H. A. e GIACAGLIA, O. E. G. Melhoria de resultados de confiabilidade dos equipamentos, pela aplicação do Hoshin Kanri, associado ao relatório A3. Em: Anais IX Congresso Nacional de Excelência em Gestão, Brasil, (2013).

BRANDI, D., MOREIRA, C. e CAMPOS, C. F. Relação entre a gestão do conhecimento e a metodologia do relatório A3 aplicado ao processo de padronização. Em: Anais Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Resende, Brasil, (2012).

CAMPOS, G. R. (2016). Gestão dos custos da qualidade: diagnóstico do segmento moveleiro da região noroeste do estado do Paraná. Revista de Ciências Empresariais da UNIPARRECEU, v.16, n.2, pp. 231-244.

COCIORVA, A., SARAIVA, M.; NOVAS, C. J. e FERREIRA, O. En Margarida Saraiva e António Teixeira (ed.). TMQ - Qualidade: Gestão da Qualidade numa perspectiva multi e interdisciplinar n° 1. Lisboa: Edições Sílabo, 2010, pp.151-182. ISSN: 1647-6263

COLETTI, J., BONDUELLE, M.G. e IWAKIRI, S. (2010). Avaliação de defeitos no processo de fabricação de lamelas para pisos de madeira engenheirados com uso de ferramentas de controle de qualidade. Acta Amaz, v. 40, n.1, pp. 135 – 140.

GODINA, R., PIMENTEL, C., SILVA, F.J.G. e MATIAS, J.C.O. (2018). Improvement of the Statistical Process Control Certainty in a Automotive Manufacturing Unit. 2018. Procedia Manufacturing [em linha]. 17, 729–736. Disponível em: 10.1016/j.promfg.2018.10.123

GONÇALVES, V. F. L. A redução de problemas de qualidade através da utilização do método ciclo PDCA: um estudo de caso na indústria cosmética. Em: Anais VII Congresso Nacional de Excelência Em Gestão, Brasil, (2011).

KIRNER, G. T. Benefícios, Fatores de Sucesso e Dificuldades da Implantação do Modelo MPS.BR. Mestrado em Ciência da Computação. Univ. Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Piracicaba – SP, 2011.

LACERDA, P. D., RODRIGUES, H. L. e SILVA, C. A. (2011). Avaliação da sinergia entre a engenharia de processos e o processo de pensamento da teoria das restrições. Revista Produção, v.21, n.2, pp. 284-300.

LAKATOS, E. M. e MARCONI, M. A. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

NOVAES, T. M. Aplicação da árvore da realidade atual para a identificação de oportunidades de melhoria de uma unidade de pesquisa clínica. Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, 2015.

OLIVARES R. B. I., COSTA, B. L. D. e QUEIROZ, L. S. (2011). Jogos de empresa: aplicação à gestão da qualidade no ensino superior de química. Revista Quim. Nova, v.34, n.10, pp. 1811-1817.

OLIVEIRA, H. N. e NODARI, T. C. Metodologia do relatório A3 para a solução de problemas. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2010.

OLIVEIRA, G. R., MOTTA, M. E. V., CAMARGO, M. E., TONDOLO, V. A. G. e ZANADREA, G., & RUSSO, S. L. (2016). Redução dos custos da qualidade com melhoria dos processos: um estudo de caso. Revista GEINTEC-Gestão, Inovação e Tecnologias, v.6, n. 2, pp. 32413256.

PACKER, C. L. e SUSKI, C. A. Gestão à vista na produção como ferramenta de trabalho. Em: Anais I Congresso de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade. Brusque/SC, (2010).

PACHECO, M., SAMPAIO, P., RODRIGUES, C. Ferramentas da qualidade: estudo da sua aplicação e uso nas organizações portuguesas. Em: Anais Encontro Nacional de Engenharia e Gestão Industrial (ENEGI), Brazil, p. 237-239, (2011)

PALADINI, P. E. A base humanística da gestão da qualidade. Em: Anais ENEGEP [em linha]. (1998). Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1998_ART422.pdf

PASQUINI, N. C. (2013). Eliminação do custo da não qualidade. Revista Qualidade Emergente, v.5, n.1, pp. 45-58.

PINTO, S. J. L. e GOMES, S. J. Gerenciamento de custos que não agregam valor: evidências Geradas nos relatórios dos custos da qualidade de uma indústria Brasileira. Em. Anais: XVII Congresso de La Asociación Española de Contabilidad y Administración de Empresas, Espanha, (2011).

PERES, F. A. P. e FOGLIATTO, F. S. (2018). Variable selection methods in multivariate statistical process control: A systematic literature review. Computers & Industrial Engineering [em linha], 115, 603-619. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.cie.2017.12.006

ROSA, H. B., LUZ, S. B. T., DIAS, B. S. R. e PERALTA, L. B. C. A abordagem Lean Healthcare: uma revisão bibliográfica sistemática. Em: Anais XXXVI ENEGEP, Brasil, (2016).

SILVA, P. C. P. e SEVERIANO FILHO, C. (2011). Ocorrência de custos ocultos em operações de serviços: insights sobre observação em uma sociedade de economia mista no Brasil. Gestão da Produção, v.18, n.3, pp. 499-508.

SILVA, S. E. C. e SASAKI, H. O. Análise de projetos de melhoria contínua desenvolvidos pelo método A3. Em: Anais XXXI ENEGEP, Brasil, (2011).

SOCCOL, P. A. e GOMES, S. T. (2011). O custo da não qualidade: um estudo de caso em uma empresa do ramo automobilístico. Revista CEPPG, v.25, n. 2, pp. 130-146.

VASCONCELOS, C. S. D., SOCORRO, M., SOUTO, L. M. e GOMES, B. L. M.; MESQUITA, M. A. A utilização das ferramentas da qualidade como suporte a melhoria do processo de produção - estudo de caso na indústria têxtil. Em: Anais XXIX ENEGEP. Brasil, (2009).

VRABIČ, G. S. R. e ALOJA, P. B. (2013). Statistical Process Control as a Service: An Industrial Case Study. Procedia CIRP [em linha], 7, 401-406. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j. procir.2013.06.006
Publicado
2018-04-20
Sección
Artículos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##